top of page
  • Foto do escritorGoianArte

Mapa Mundo - Medieval datado - de 1270



Na Idade Média a igreja não aceitava que alguém criasse imagens ou textos que contrariassem a visão Bíblica da História e do Mundo, contudo para muitos era difícil fazer certas imagens e textos concordantes com o que era aceite pelas autoridades eclesiásticas.



Com o início das cruzadas (1096) as ideias divergentes das impostas pelo alto clero, passaram a circular disseminadas pelos próprios cruzados que ganharam uma nova visão do mundo nas suas viagens pelo oriente.


O conhecimento de textos e pensamentos antigos oriundos principalmente das culturas babilônicas, gregas e árabes circulavam de forma oculta entre monges que se dedicavam a copiar ou escrever livros e a ilustrar com iluminuras as obras.


Um dos antigos criadores que mais influenciou os monges da época foi Plínio o Velho, que no ano 77 escreveu uma das primeiras obras de caráter enciclopédico denominada História Natural onde no capitulo dedicado à astronomia mostrava a terra como centro do universo e criou alguns Mapas do Mundo.

Os peregrinos que regressavam de Jerusalém, após o seu contato com essas ideias e culturas, contavam histórias de deixar todos abismados de tanta coisa fantástica que relatavam.


Era necessário criar algo que ajudasse as pessoas a visualizar esses feitos, aventuras e descobertas.


É nesse contexto que novas ideias começam a circular na Europa e aos poucos vão mudando a forma como na idade média as pessoas letradas viam o mundo.



São raros os documentos que chegaram aos nossos tempos dessa época, e os que sobreviveram aos quase mil anos que nos separam, estão com as marcas do tempo que nem sempre permitem observar com rigor o seu conteúdo.




Este Mapa Mundo é um raríssimo exemplar dessa visão do mundo que sobreviveu ao passar dos anos.


O original criado em pergaminho (pele de animal) tem 1,30 m de diâmetro, sendo o maior mapa da época que chegou aos nossos dias, está na catedral de Hereford na Inglaterra, evidenciando as marcas do tempo que impedem a visualização e leitura completa da informação.


Para que fosse possível entender o conteúdo do mapa foi necessário utilizar métodos científicos avançados, como leituras laser, raios x, análises químicas, etc.



Com todos os dados recolhidos, foi possível, então, reconstruir uma cópia perfeita do original, com muita fidelidade, incluindo até as distorções e volumes do original.




A partir desses dados foram também criadas cópias que nos permitem observar os detalhes do mapa.


Cópias que abrem, para nós, uma janela do tempo sobre o conhecimento da época e o modo como imaginavam o mundo.



Observar atentamente cada pormenor é como viajar pela época em que o mapa foi criado. As crenças, as fantasias, o modo de viver e olhar o mundo de então, são descritos de uma forma fantástica.


No mapa podemos observar vários locais e eventos bíblicos. Encimado pela figura de Cristo, descreve o mundo com Oriente em cima, Oeste em baixo, Norte à direita e Sul à esquerda.


veja no esquema numerado alguns pontos interessantes para entender melhor



0 – No centro do mapa: Jerusalém e crucifixo

1 - O Paraíso, cercado por um muro e um anel de fogo

2 - O Ganges e seu delta

3 - A fabulosa Ilha de Taphana, interpretada como Sri Lanka ou Sumatra

4 - Rios Indo e Tigre

5 - O Mar Cáspio

6 - Babilônia e o rio Eufrates

7 - O Golfo Pérsico

8 - O Mar Vermelho (pintado de Vermelho)

9 - Arca de Noé

10 - O Mar Morto, Sodoma e Gomorra, com o Rio Jordão, vindo do Mar da Galiléia; acima: esposa de Ló

11 - Egito com o Rio Nilo

12 - Rio Nilo [?], ou possivelmente uma alusão ao Oceano equatorial; uma terra de aberrações, possivelmente os Antípodas

13 - Mar de Azov com os rios Don e Dnjepr; acima: o Velocino de Ouro

14 - Constantinopla; à esquerda dele fica o delta do Danúbio

15 - O Mar Egeu

16 - Delta enorme do Nilo com o Farol de Alexandria

17 - Noruega representada por uma pessoa esquiando

18 - Grécia com Monte Olimpo, Atenas e Corinto

19 - Creta com o labirinto circular do Minotauro

20 - Mar Adriático; Itália com Roma, homenageada por um heptâmetro popular: Roma caput mundi tenet orbis frena rotundi [Roma, a cabeça, segura as rédeas do mundo]

21 - Sicília e Cartago, opondo-se a Roma, à direita

22 - Escócia

23 - Inglaterra

24 - Irlanda

25 - As Baleares

26 - Estreito de Gibraltar com as mítica colunas de Hércules


Podemos também entender como representaram as divisões geográficas de territórios

Este mapa é uma fonte incrível de informação, e é também uma interessantíssimo objeto de decoração, que sem dúvida adiciona ao local onde estiver uma aura de cultura e ligação histórica ao nosso passado comum.


É uma dessas cópias que disponibilizamos aqui no nosso site, permitindo que seja usada para decoração, contribuindo para induzir no ambiente onde é colocada, um sentido da história da humanidade e uma forte componente cultural.

Acreditamos ser esta uma contribuição para que se possa decorar os espaços com algo interessante em termos estéticos valorizando em simultâneo o aspeto cultural.


100 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Mar 08
Rated 5 out of 5 stars.

É lindo de doer.

Like